Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a nossa política de privacidade e de utilização de cookies.

OK

Fortalecer o Sistema Imunitário: 5 Dicas do Ayurveda

Sistema Imunitário

O conceito de imunidade abrange não só a capacidade de resistir a uma infeção como também a forma como um indivíduo supera uma situação patológica. Mais do que qualquer fármaco inovador, a prevenção será sempre a medida mais eficaz no combate à doença – esta foi uma das minhas principais motivações quando decidi deixar a carreira de investigação farmacêutica e dedicar-me à prevenção da saúde humana através da medicina ayurveda.

 

O mundo está a atravessar uma fase intensa e desafiante. Esta fase chama-se pandemia de COVID-19 e o principal desafio tem sido conviver com ela sem enlouquecer. A palavra de ordem neste momento é prevenção e no topo da lista está o respeito – por nós e pelo próximo.

 

Segundo a medicina ayurveda, a vitalidade do agni (fogo ou capacidade digestiva) influencia diretamente o sistema imunitário. O objetivo deste artigo é partilhar 5 dicas para fortalecer o sistema imunitário e manter um corpo e mentes sãos, durante esta pandemia e em qualquer momento da vida.

 

 

Sistema imunitário e alimentação saudável

Antes de mais, o que significa ter uma alimentação saudável? Significa escolher os alimentos mais adequados à sua constituição individual e confecioná-los de forma que o seu corpo consiga absorver o máximo de nutrientes possível. Este tópico dava para escrever um artigo inteiro. Uma vez que a situação epidémica atual cria alguns constrangimentos na quantidade e qualidade de alimentos frescos disponíveis, eu vou cingir-me a algumas dicas básicas e essenciais que lhe permitirão fortalecer o seu sistema imunitário:

  1. Faça três refeições por dia (pequeno-almoço, almoço e jantar), sempre à mesma hora – 8h00, 12h30 e 19h00;
  2. Se tiver fome entre as refeições principais beba líquidos ou coma fruta;
  3. pequeno-almoço deve ser semi-sólido – por exemplo, leite dourado, papas de aveia, fruta cozida ou húmus;
  4. almoço deve ser substancial – alimentos nutritivos, tais como o kitchari;
  5. jantar deve ser a refeição mais leve – essencialmente sopas e vegetais bem cozinhados;
  6. Cozinhe com especiarias que estimulam o sistema digestivo e fortalecem o sistema imunitário – curcuma, pimenta preta, pimenta longa, alho, gengibre, cominhos, manjericão, canela e menta;
  7. Suavize o processo digestivo cozinhando sempre com ghee ou óleo (azeite, girassol, coco, etc.) e consumindo as refeições quentes.

 

 

Ter um sono reparador

Um dos episódios da minissérie Os 3 Pilares da Saúde é inteiramente dedicado ao sono e quem me conhece sabe que eu estou sempre a enfatizar este pilar.

 

Todas as noites, o seu corpo passa por um processo natural de desintoxicação e regeneração celular. As suas células vibram na frequência das suas emoções. Se acordar cansado, com a sensação de peso e/ou falta de energia, o seu sistema imunitário responderá com o mesmo cansaço face ao contacto com agentes patogénicos, tais como os vírus. Siga estas dicas para garantir um sono reparador, todas as noites:

  1. Criar uma rotina do sono – deitar às 21h30-22h00 e acordar às 5h30-6h00;
  2. Terminar o jantar (que deve ser leve), pelo menos, duas horas antes de dormir;
  3. Restringir o uso do telemóvel, televisão e luzes artificiais fortes depois do pôr-do-sol – o objetivo é estimular o normal funcionamento da glândula pineal que produz, todas as noites, a hormona indutora do sono, melatonina;
  4. Evitar trabalhar à noite – é preferível acordar mais cedo e fazê-lo pela manhã.

 

 

Fazer abhyanga diariamente

A aplicação de óleo no corpo sob a forma de uma massagem multidirecional (abhyanga) é uma das formas mais eficazes de prevenção e manutenção da saúde física, mental e emocional. Ao nutrir e reequilibrar os doshas, a massagem fortalece o agni e, consequentemente, o sistema imunitário. Além disso, a aplicação de óleo no corpo, cria uma camada extra de proteção contra agentes invasores. Experimente massajar também dentro das narinas e potencie a proteção do seu sistema respiratório.

 

Saiba como integrar esta prática diária de autocuidado na sua rotina, consultando o artigo especialmente dedicado aos benefícios e à prática da automassagem ayurvédica.

 

 

Zelar pela saúde mental

Por mais otimistas que tentemos ser, sente-se o medo no ar, como se este sentimento fosse uma pandemia por si só. Uma mente perturbada é sinónimo de um agni fraco e, por consequência, uma resposta imunitária deficiente. Este princípio ayurvédico aplica-se em qualquer momento da nossa vida, mas agora, mais do que nunca, é imprescindível zelarmos pela nossa saúde mental. Vamos por pontos:

  1. Comece o dia sem distrações externas, num local calmo e sossegado, contemplando o nascer do sol e abençoando o novo dia com luz, amor e gratidão;
  2. Respire fundo, expandindo e contraindo a barriga quando inspirar e expirar, respetivamente – o simples ato de se focar na sua respiração é, em si mesmo, uma meditação super eficaz;
  3. Reduza o número de vezes que vê notícias sobre a pandemia ao longo do dia e, quando o fizer, consulte a Direção Geral de Saúde (DGS) antes das redes sociais – basear-se em informação fidedigna é crucial para manter a sua sanidade mental;
  4. Entregue-se a uma atividade criativa que lhe transmita conforto e satisfação e esqueça o coronavírus por umas horas – estar sempre a falar sobre o assunto não vai potenciar a sua resposta imunitária (antes pelo contrário).

 

 

Praticar yoga

Por Sofia Mano

O yoga é uma filosofia muito antiga, originária da Índia e que busca pela compreensão interior do ser humano em todas as suas dimensões. Enquanto prática física combina força, flexibilidade e adaptabilidade de corpo, mente e espírito. Um dos muitos significados da palavra yoga é esse mesmo, de união. O yoga vai muito além das posturas físicas, e o próprio desempenho de posturas yogic (ou asanas) é apenas compreendido e integrado quando coordenado com a respiração e concentração no movimento. Idealmente, na prática física, a respiração determina o movimento e nenhuma postura vale a pena se as qualidades de uma respiração longa e suave forem comprometidas.

 

Na sua essência, o yoga é um caminho, um estilo de vida e um compromisso de cada um de nós para descobrirmos o nosso interior e nos tornarmos mais conscientes e conhecedores de nós próprios.

 

Sinto, neste momento, a importância de transmitir a medicina que estas posturas de yoga representam e que, durante muito tempo, foram prescritas por médicos ayurvédicos. Deixo aqui a minha sugestão de asanas para dar um boost ao sistema imunitário.

 

 

Aproveite a bênção que é estar em casa para criar uma rotina matinal, tirar todos os projetos secundários da gaveta, passar mais tempo com a família ou, simplesmente, ser. Esta pandemia poderá representar a oportunidade de desenvolvimento pessoal que a sua alma tem estado à espera, quer fique de quarentena, quer seja obrigado a prestar um serviço à sociedade.

 

Envio o meu amor para todos, qualquer que seja a circunstância em que se encontrem, e torço para que possam sempre ver o copo meio cheio perante todos os desafios que a vida vos propõe.

  

Com amor,

Mafalda e Sofia 

  


A informação apresentada é meramente informativa, de índole genérica, não contendo uma análise exaustiva de todos os aspetos dos temas analisados, pelo que não substitui uma consulta com um terapeuta especializado.

Ilustração de Fusion Medical Animation.