Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a nossa política de privacidade e de utilização de cookies.

OK

Lentilhas vermelhas: Pequenas e Poderosas

Lentilhas vermelhas

Há uns tempos atrás, perguntaram-me o que eu achava de suplementos de cúrcuma (açafrão das Índias). Eu respondi com uma pergunta: para quê gastar dinheiro em suplementos se pode, simplesmente, adicionar cúrcuma aos seus cozinhados?

 

O nosso corpo tem mais facilidade em reconhecer o que nasce na terra e no mar do que um conjunto de nutrientes encapsulados em forma de suplemento, ainda que a sua origem seja 100% natural. Por isso, a minha abordagem clínica é, sempre que possível, curar com a alimentação.

 

A minha relação com as lentilhas vermelhas estreitou-se desde que comecei o curso de Dietética e Nutrição Ayurvédica. Tão pequenas e com tantos benefícios para o corpo, as lentilhas vermelhas são um alimento que é um verdadeiro medicamento, da digestão aos cuidados da pele.

 

Algumas propriedades das lentilhas1:

  • Sabor (rasadoce e adstringente;
  • Potência (viryafria;
  • Sabor pós-digestivo (vipaka) doce;
  • São secas e, por isso, promovem a absorção de água no corpo;
  • Leves e fáceis de digerir;
  • Conferem força;
  • Melhoram a aparência da pele.

 

Pelo facto de serem frias, secas e leves, as lentilhas vermelhas devem ser sempre cozinhadas com um óleo (ghee, azeite, óleo de coco, girassol, entre outros) para não provocarem desequilíbrios como a prisão de ventre ou a flatulência. Esta dica aplica-se a todas as lentilhas. Inspira-te na receita que se segue.

 

 

Sopa de lentilhas vermelhas (masura yusha)

É sempre bom ter à mão a receita de uma sopa saborosa, fácil de fazer e de digerir, especialmente nos dias em que o nosso sistema digestivo precisa de um cuidado extra.

 

Ingredientes:

  • 1 copo de lentilhas vermelhas;
  • 14 copos de água;
  • Sal, a gosto;
  • 1 colher de sopa rasa de ghee (veganos podem substituir por azeite);
  • 1 colher de café de cominhos em grão;
  • 1 colher de café de sementes de mostarda pretas;
  • ½ colher de café de assa-fétida (hing) em pó;
  • Coentros frescos picados (opcional).

 

Preparação:

  1. Lavar as lentilhas em água corrente até a água sair límpida;
  2. Cozer as lentilhas em água na proporção 1:14, sem tampa, até o volume inicial de água reduzir para um pouco menos de metade;
  3. Temperar com sal e passar com a varinha;
  4. Numa frigideira à parte, saltear as sementes de mostarda, os cominhos em grão e o pó de assa-fétida em ghee;
  5. Quando as sementes de mostarda começarem a saltar, desligar o lume e adicionar o conteúdo da frigideira ao tacho das lentilhas;
  6. Mexer bem e servir com coentros frescos picados.

Sopa de lentilhas vermelhas

 

 

Cuidado da pele

Esfoliante de lentilhas vermelhas para peles acneinas

As peles acneicas reagem muito bem a este esfoliante. No entanto, mesmo que a tua pele não apresente nenhum tipo de problema, podes integrar este esfoliante na tua rotina de cuidados da pele, pois vai melhorar imenso a tua compleição.

 

Tritura uma porção de lentilhas vermelhas até ficarem em farinha e combina com água q.b. até formar uma pasta. Massaja o rosto com esta pasta e remove com água tépida, secando suavemente com uma toalha. Opcional: aplica um óleo virgem puro adequado ao teu tipo de pele e complementa com gel de aloé vera.

 

Frequência:

  • Para peles acneicas, todos os dias;
  • Para peles sãs, 1-2 vezes por semana.

 

Pasta de lentilhas e ghee para herpes

Basta triturar as lentilhas até obter farinha e combinar com ghee até formar uma pasta espessa. Aplica diretamente na zona afetada várias vezes ao dia e deixa que as tuas células tratem da regeneração da pele.

 

 

Sabes aqueles dias que terminam tarde com uma dose de cansaço à mistura? São os melhores para beber uma sopa de lentilhas e esfoliar a pele antes de deitar. Tudo ao ritmo de uma boa música, claro.

 

Com amor,

Mafalda

 


A informação apresentada é meramente informativa, de índole genérica, não contendo uma análise exaustiva de todos os aspetos dos temas analisados, pelo que não substitui uma consulta com um terapeuta especializado.

 

1 - Charaka Samhita, mais informação disponível em goodreads.com