Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a nossa política de privacidade e de utilização de cookies.

OK

Alimentação Ayurvédica: Frutas e Legumes de Fevereiro

Alimentação ayurvédica

Na mitologia greco-romana, Februarius seria o mês sagrado de Februus, o Deus da purificação. Nos cabazes de frutas e legumes frescos deste mês, a cor verde é a que predomina. Esta cor está principalmente associada ao sabor amargo, que pacifica pitta e kapha – perfeito para purificar o sangue nesta estação. Sabe mais sobre como equilibrar os doshas durante o inverno.

 

Sabes quais os frescos de fevereiro mais indicados para a tua constituição? Para teres uma ideia do dosha que predomina em ti faz o teste dos doshas. De seguida, deixa-te inspirar pelas cores vivas deste mês.

 

 

Quais os alimentos mais indicados para o teu dosha?

Se tens acompanhado os artigos do blog, então já conheces o princípio ayurvédico de que igual aumenta igual e oposto reduz oposto1. O número reduzido de alimentos na lista vata, em baixo, reflete o sabor predominante deste mês – amargo – que é constituído pelos elementos éter e ar, tal como o respetivo dosha. Isto não significa que as pessoas vata não possam comer outros alimentos, apenas têm de aprender a equilibrar os seus preparados com as plantas aromáticas mais indicadas para si.

 

Dosha vata

Abacate, amêndoa, batata doce, beterraba, cebolas branca e roxa (cozinhadas), cenoura, clementinas, funcho (raiz), laranja, limão, pinhão, rutabaga e tangerinas.

 

Dosha pitta

Abacate, abóbora, acelga, alface, amêndoa, batata doce, beterraba, brócolos, cenoura, chicória, cogumelos, couve-coração / repolho, couve-flor, couve-lombarda, couve-portuguesa, couve-roxa, endívia, funcho (raiz), laranja (doce), pera, rúcula e rutabaga.

 

Dosha kapha

Acelga, agrião, aipo, brócolos, cebolas branca e roxa (cruas), cenoura, chicória, couve-coração / repolho, couve-flor, couve-lombarda, couve-portuguesa, couve-roxa, couves-de-bruxelas, endívia, funcho (raiz), grelos, limão, nabiças, nabo, pera, rabanete, rábano e rúcula.

 

 

Receita ayurvédica: caldo de legumes tridosha

 

Ingredientes

  • 4 cenouras médias raladas;
  • 2 raízes de funcho fresco;
  • 5 folhas de uma couve à sua escolha (lombarda, coração ou portuguesa);
  • 1 pedaço de gengibre fresco do tamanho aproximado de um dedo polegar;
  • Raspa de ½ limão;
  • ½ molho de coentros frescos;
  • ½ colher de chá de sal marinho ou flor de sal;
  • ½ colher de chá de sementes de funcho;
  • ½ colher de chá de sementes de mostarda (opcional);
  • 1 colher de sopa de ghee.

 

Preparação

  • Lava bem todos os ingredientes com água corrente;
  • Descasca e rala as cenouras e o gengibre;
  • Corta as folhas de couve tipo juliana e as raízes de funcho em pedaços pequenos;
  • Pica os coentros, reservando as folhas;
  • Num tacho, aquece o ghee e junta as sementes de funcho e de mostarda;
  • Salteia em lume brando por cerca de 2 minutos e adiciona os talos dos coentros picados, o funcho, a cenoura, as couves, o gengibre e a raspa de limão;
  • Envolve bem todos os ingredientes e, de seguida, adiciona água suficiente para cobrir os mesmos;
  • Tempera com sal e deixa ferver em lume brando até a couve estar bem cozinhada;
  • Retira do lume e guarnece com os coentros que reservaste.

 

Antes de começares a comer, agradece à mãe natureza a oportunidade de teres uma refeição rica e nutritiva, e pensa nas várias fases que cada um dos alimentos atravessou até chegar ao teu prato. Estes breves momentos preparam o teu corpo através da salivação, dos sucos gástricos, e dos movimentos peristálticos, otimizando o processo digestivo.

 

Com amor,

Mafalda

 


A informação apresentada é meramente informativa, de índole genérica, não contendo uma análise exaustiva de todos os aspetos dos temas analisados, pelo que não substitui uma consulta com um terapeuta especializado.

1 - The Basic Premise of Ayurveda: Healing Through Opposites​​​​​​​, disponível em ayurvedacollege.com