Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a nossa política de privacidade e de utilização de cookies.

OK

Alimentação Ayurvédica: Frutas e Legumes de Agosto

Alimentação ayurvédica

Agosto é o mês do slow living, tudo abranda o ritmo – o trânsito, as pessoas, as filas. Até a natureza faz uma pausa. Este mês não há novidades na lista de frutas e legumes. Contudo, a seleção de julho foi tão rica e variada que os cabazes continuam bem compostos.

 

Aproveita este abrandamento para dar azo à criatividade na cozinha e, se ainda não é o teu caso, tomar o gosto pelos tachos. Para ajudar, deixo-te uma das minhas receitas favoritas no final deste artigo – simples, mas muito ayurvédica, claro.

 

Alimentos que pacificam o dosha vata

Abrunho, ameixa preta, ameixa branca, ameixa rainha-cláudia, amoras pretas e brancas, cebola, cenoura, chalotas, curgete, feijão-francês, feijão-verde, figo, groselha, limão, maçã, manga, maracujá, melão, meloa, nectarina, pepino, pera, pêssego, sabugueiro (bagas) e uva branca.

 

 

Alimentos que pacificam o dosha pitta

Abrunho, ameixa preta, ameixa branca, ameixa rainha-cláudia, amoras pretas e brancas (doces), batata, beldroegas, cenoura, curgete, feijão-francês, feijão-verde, figo, limão, maçã, manga, melancia, melão, meloa, milho, pepino, pera, pimento, uva branca e uva preta.

 

 

Alimentos que pacificam o dosha kapha

Amoras pretas e brancas, beldroegas, beringela, cebola, cenoura, chalotas, curgete, feijão-francês, feijão-verde, limão, maçã, maracujá, milho, nectarina, pera, pêssego, pimento, uva preta e uva branca.

 

 

Receita ayurvédica: beringela aromatizada com alecrim

Se estás a tentar perder peso e sofres com a privação de alimentos suculentos, esta receita é para ti! Se o teu objetivo é ser feliz à mesa, também.

 

A beringela tem um baixo índice glicémico e é rica em fibra e antioxidantes. Além disso, vem acompanhada de muito poucas calorias. Como resistir a este legume delicioso?

 

Devido ao seu sabor (rasa) amargo e adstringente, o consumo de beringela pode causar alguma flatulência a quem tem a digestão mais sensível. Por isso, deve ser bem temperada com plantas que neutralizam este efeito, como é o caso do alecrim (Rosmarinus officinalis).

 

Além de ser uma das plantas aromáticas mais versáteis, pois liga bem com tudo, o alecrim é carminativo1, diaforético2, emenagogo3 e estimulante. A combinação da beringela com o alecrim tem uma potência (virya) quente, pelo que pode agravar o dosha pitta. Se tiveres o estômago sensível, evita.

 

Esta receita por ser servida como entrada, prato principal ou acompanhamento. Eu acho-a tão deliciosa que até a poderia servir como sobremesa!

 

Ingredientes:

  • 1 beringela média
  • 2 ramos de alecrim
  • 2-3 colheres de sopa de azeite virgem extra
  • Flor de sal, q.b.

 

Preparação:

  1. Pré-aquece o forno a 180°C e forra um tabuleiro com papel vegetal;
  2. Corta a beringela transversalmente em rodelas com cerca de meio centímetro de espessura. Quanto mais espessas forem as rodelas maior será o tempo de confeção;
  3. Dispõem as fatias de beringela lado a lado no tabuleiro e rega com azeite;
  4. Remove as folhas de alecrim do ramo e pica-as de forma a libertarem o seu aroma;
  5. Polvilha as fatias de beringela com o alecrim e tempera com flor de sal;
  6. Leva ao forno por 30-45 minutos até as fatias estarem alouradas e ligeiramente crocantes.

 

Põe a mesa a rigor, acende uma vela e entrega-te à paz do entardecer com a tua beringela.

 

Com amor,
Mafalda

 


A informação apresentada é meramente informativa, de índole genérica, não contendo uma análise exaustiva de todos os aspetos dos temas analisados, pelo que não substitui uma consulta com um terapeuta especializado.

1 - Reduz a flatulência;
2 - Provoca a sudação;
3 - Favorece a menstruação.