Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a nossa política de privacidade e de utilização de cookies.

OK

Alergias na Primavera: Como Prevenir e Remediar?

Alergias na Primavera

Os habitantes dos países nórdicos sabem que a primavera está a chegar quando a neve que se acumulou nas copas das árvores começa a derreter. Esta paisagem é a analogia perfeita daquilo que acontece no nosso corpo: o dosha kapha, que acumulou nos meses mais frios e húmidos (inverno), começa a liquefazer à medida que os termómetros vão subindo com os primeiros raios quentes de sol. Assim, o aumento das secreções nasais nesta altura do ano é perfeitamente fisiológico e normal (o kapha tem de sair por algum lado, certo?).

 

Quando a chegada da primavera é mais brusca, isto é, as temperaturas sobem repentinamente, não só fica o nosso organismo confuso como o de todas as plantas que estavam a aguardar o momento de libertar os seus pólenes1. Esta situação origina uma libertação de kapha mais violenta e, em algumas pessoas, um aumento da sensibilidade aos pólenes libertados pelas plantas. O nome mais vulgarmente usado para descrever este processo é alergia.

 

Do grego állos (efeito) + érgon (diferente), a palavra alergia remete para a sensibilidade anormal do organismo perante certas substâncias2. Adequando a ciência moderna ao conhecimento ayurvédico, o excesso de sensibilidade, característico das alergias na primavera, tem por base um sistema imunitário fraco (de outra forma, o organismo não teria necessidade de reagir assim).

 

Este artigo pretende ajudar-te a minimizar a resposta excessiva do teu corpo face à chegada desta estação maravilhosa. Para complementar esta informação, segue também as dicas do artigo sobre como fortalecer o sistema imunitário.

 

 

Rotina Diária

Eu bem sei que implementar rotinas pode ser muito desafiante, mas é tão necessário para o equilíbrio do corpo e da mente. Se pudesses escolher apenas três rotinas para manter as tuas vias respiratórias purificadas durante a primavera, que fossem estas:

  • Despertar antes do nascer do sol, pois a partir desse momento a energia de kapha intensifica;
  • Tomar as refeições principais a horas fixas, preferencialmente, 8h00, 12h00 e 18h00, fazendo do jantar a refeição mais leve;
  • Praticar exercício físico todos os dias contrariando a estagnação de kapha.

 

 

Alimentação Saudável

O alimento mais saudável para o teu corpo é aquele que ele consegue digerir, ou seja, se a digestão não for bem-sucedida, gera-se toxicidade no corpo. Eventualmente, esta toxicidade pode acumular-se e ser absorvida, impregnando os tecidos vitais, ou dhatus – esta é a base de qualquer doença segundo a medicina ayurvédica.

 

Na transição do inverno para a primavera, o fogo digestivo, ou agni, fica gradualmente mais fraco (por isso é que não sobreviveríamos a um Natal tipicamente português no verão). Respeitando o corpo de cada pessoa, a alimentação deve ser ajustada em cada estação do ano. Na primavera, há maior tendência para produção de muco (kapha) e, por isso, os alimentos mais pesados devem ser evitados ao máximo. Por exemplo:

  • Leite, natas, manteiga, iogurte e queijo;
  • Arroz, batatas e trigo (incluindo as massas);
  • Gelados;
  • Produtos açucarados.

 

Dentro da lista de alimentos leves, antioxidantes e nutritivos, que podem ajudar a reduzir o excesso de mucosidade, tens:

  • Fruta fresca;
  • Legumes variados, de preferência, bem cozinhados;
  • Sumos, batidos e sopas;
  • Cevada, centeio, millet/painço e trigo sarraceno;
  • Feijão mungo, lentilhas, feijão e ervilhas.

 

 

Terapias ayurvédicas

Nasyam é uma terapia de purificação ayurvédica específica para desequilíbrios dos ombros para cima, na qual a administração do agente medicinal é feita pelas narinas. Como forma de prevenção e manutenção da saúde das tuas vias respiratórias, repete o seguinte procedimento uma vez por dia durante, pelo menos, um mês:

  1. Massaja o rosto com um óleo natural (coco, cominho-preto, argão ou abacate) promovendo a circulação e oxigenação da pele;
  2. Deita-te de barriga para cima de forma que a tua cabeça forme um ângulo de 90º com o resto do corpo (por exemplo, aos pés da cama);
  3. Aplica 2 gotas de ghee (morno) em cada narina e inspira profundamente, permanecendo deitado(a) durante cerca de 10 minutos.

 

Esta terapia pode ser feita em casa, sem quaisquer riscos, atendendo às recomendações:

  • Não realizar antes ou depois do banho (garantir um intervalo de pelo menos 25 minutos);
  • Não realizar durante a digestão (se jantar cedo, pode fazer ao deitar);
  • Não colocar mais do que 2 gotas de ghee em cada narina;
  • Se tiveres o nariz obstruído, não faças (esta terapia não serve para desentupir o nariz).

 

 

Aromaterapia

Uma das sinergias que aprendi na oficina de aromaterapia com a querida Anna Loutsenko, foi a sinergia antiviral. Eis alguns dos benefícios:

  • Fortalece o sistema imunitário;
  • Ajuda a reduzir o muco nas vias respiratórias;
  • Purifica a energia da casa ou do escritório;
  • Cheira muito bem.

 

Para preparar a sinergia, basta colocares num frasco de vidro escuro de 10 mL:

  • 37 gotas de óleo essencial de eucalipto (eucalyptus radiata);
  • 62 gotas de óleo essencial de cânfora (cinnamomum camphora);
  • 25 gotas de óleo essencial de árvore do chá (melaleuca alternifolia).

 

Podes colocar num difusor, aplicar diretamente no peito (nos pés também é eficaz) e/ou cheirar diretamente do frasco. Evita o contacto com os olhos e não ingiras. 

 

Primavera é época de renascimento e expansão para a natureza (seres humanos incluídos). Quem tem plantas em casa nem precisa de sair à rua para ver a magia a acontecer. Mais, basta um pequeno ajuste na posição da letra r em alergia para esta se tornar alegria. A palavra renascimento começa com a mesma letra. Lembra-te desta coincidência quando estiveres a precisar de um lifting energético.

 

Com amor,

Mafalda

  


A informação apresentada é meramente informativa, de índole genérica, não contendo uma análise exaustiva de todos os aspetos dos temas analisados, pelo que não substitui uma consulta com um terapeuta especializado.

 

Fotografia de Sarah Cervantes.

 

1 – Pólenes, disponível em alergia.leti.com
2 – Definição ou Significado de Alergia, disponível em infopedia.pt